sexta-feira, 20 de abril de 2018

Proteja a casa de ácaros com auxílio do aspirador de pó industrial

Aspirador de pó industrial e ácaros



Evite as crises alérgicas geradas por esses inimigos invisíveis Tapetes felpudos, carpetes, sofás de chenile, bichos de pelúcia, animais de estimação e edredons quentinhos são os lugares preferidos dos ácaros, que se instalam sem que a gente perceba e provocam reações alérgicas nas pessoas mais sensíveis. “Os ácaros procuram no ambiente o abrigo e a proteção necessários para viverem. E nossa moradia configura o local perfeito para isso”, afirma o pesquisador Nicolau Maués Serra-Freire, do Laboratório de Biodiversidade Entomológica do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Isso sem contar que encontram matéria orgânica como fungos, vegetais, excrementos de animais, descamações da pele, cabelos e restos de alimentos em quantidade para se alimentarem. Para evitar o problema, o mais indicado é se livrar de todos os possíveis focos de ataque, optar por piso frio e trocar o estofamento por couro, o que nem sempre é possível. “A melhor maneira de conviver pacificamente com os ácaros é reduzir o alimento disponível para eles. Com menos alimento, a colônia cresce menos”, diz o pesquisador. Veja como evitar a infestação de ácaros em casa Renove colchões e travesseiros após seis a dez anos de uso 1- Mantenha portas e janelas abertas para arejar os ambientes; 2- Retire a poeira de colchões, carpetes, sofás, almofadas e cortinas com aspirador de pó industrial . Ácaros adoram pó. Para garantir a limpeza, use um aspirador de pó industrial com filtro hepa. “Ele garante a coleta de 99,97% da poeira e das micropartículsa alergênicas, como as caspas de gato, por exemplo, que medem cerca de 0,3 micrômetros. Em termos de comparação, um cabelo humano mede cerca de 100 micrômetros, o equivalente a 0,1 milímetro”, afirma Ângelo di Fraia, gerente da Arno. O aspirador pode limpar ainda e o que mais achar necessário; 3- . Alguns modelos já vêm com proteção antiácaros. Quem não quiser mudar o colchão pode revesti-lo com capas protetoras com tratamento antimicrobiano que impede a passagem dos ácaros; 4- Faça uma higienização periódica em colchões, sofás, tapetes e carpetes. Em apenas um ano de uso, esses locais chegam armazenar quase cinco milhões de ácaros. Uma das opções é a higienização feita pela Hygienitech, que não utiliza componentes químicos. “É uma combinação de radiação, vibração e sucção”, diz Ricardo Rocco, dono da empresa; 5- Lave periodicamente cortinas e tapetes. Se estiverem tratados com algum produto antiácaro, não molhe ou use produtos químicos. Apenas passe o aspirador de pó industrial  uma a duas vezes por semana; Fique atenta a validade do colchão 6- Troque a roupa de cama uma vez por semana. Em dias mais quentes e no verão, troque duas vezes por semana. Aproveite para virar o colchão de lado. Se possível, exponha-o ao sol; 7- Desumidificadores de ar ajudam bastante. “Ao procurar abrigo, o ácaro busca pouca luz, umidade acima dos 60% e calor abaixo dos 50ºC. Então, quando é instalado um, com capacidade volumétrica compatível com o volume do espaço, o abrigo deixa de ser ideal para os ácaros. Suas duas possibilidades imediatas são: morrer ou abandonar o ambiente, migrando para outro lugar (lembrando que toda a casa deve ser desumidificada)”, completa Serra-Freire; 8- Mantenha a disciplina: faça as refeições na cozinha ou sala de jantar (nada de sentar no sofá ou na cama); não troque de roupa em qualquer cômodo e não entre em casa com sapatos usados na rua; Acerte na escolha do travesseiro 9- Use acaricidas com cautela. “É recomendável seguir a indicação de um profissional habilitado para o uso. Para ambientes em que vivem animais, é bom consultar um veterinário”, diz o pesquisador; 10- Instale esterilizadores de ar. Eles puxam os ácaros do ambiente para dentro do aparelho que, com circuitos internos que esquentam a até 300ºC, elimina os microorganismos. Fonte://delas.ig

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Doenças felinas – Alergia- Aspirador de pó Industrial


Dicas para evitar alergias felinas com ajuda do aspirador de pó industrial

Não canso em dizer que nosso amor pelos felinos é incondicional. Eles podem ser bagunceiros, rabugentos, agressivos ou molengas demais, e mesmo assim, basta uma coçadinha na nossa perna, uma carinha doce ou um soninho tranquilo que já nos derretemos todo.
Justamente por amarmos nossos gatos é que devemos lembrar que são animais e precisam de cuidados especiais, como as visitas regulares ao veterinário.
Além disso, devemos ter consciência de que, infelizmente, os gatos podem transmitir algumas doenças. É sobre isso que quero falar. Na verdade se trata de um alerta à algumas doenças que podem ser transmitidas pelos gatos aos humanos, além de algumas doenças humanas que podem ser agravadas pela presença dos gatos. Embora não seja muito comuns, trata-se de um assunto delicado no qual devemos ter algum cuidado.
Neste artigo, vamos começar comentando sobre a alergia.
As reações alérgicas provocadas pelos gatos, são, de modo geral, mais agudas que as reações causadas pelos cães. Isto ocorre porque os felinos, durante o processo de autolimpeza, literalmente se cobrem de uma enzima existente em sua saliva (conhecida como fel d1) que detona reações alérgicas nas pessoas. Essa substância se espalha através de partículas quase microscópicas de pele, e não devido a queda de pelos. As alergias provocadas pelos gatos podem ser graves para os portadores de asmas, chegando até a ameaçar sua vida. Aqueles que apresentam sintomas brandos da doença conseguem reduzir o problema com o uso de medicamentos, limpeza regular da casa e cuidados rigorosos de manutenção da pelagem.
Por essa razão, vale a pena seguir algumas regras simples de limpeza  com o aspirador de pó industrial para amenizar o problema e, quem sabe até, extingui-lo.
Infelizmente que tem problema de alergia o melhor é não deixar que seu gato entre no quarto e muito menos durma na sua cama. Assim, você terá pelo menos 8 horas diárias num ambiente sem alergênios. Use também capas de colchão e de almofadas antiácaros.
No resto da casa você deve reduzir os tecidos, pois os alergênios acumulam-se nos tapetes, cortinas e estofos. Combata-os substituindo as cortinas por persianas que não sejam de tecidos, que são mais fáceis de limpar. Além disso, retire os tapetes e carpetes.
Não use vassouras, pois espalham a poeira fina, que ficará em suspensão e voltará a depositar-se em todo o lado. A limpeza diária deve ser feita com um aspirador de pó industrial e um pano umedecido com água e vinagre, pois mata as bactérias, e serve para limpar os móveis, sofás e os objetos. Areje todas as divisões diariamente.
Limpe a caixa de areia do gato frequentemente e prefira uma areia aglomerante, que espalha pouco pó, e sem perfume. Além dos cuidados com a casa, certifique-se de que o seu gato também está limpo escovando-o regularmente e limpando o pelo 1 vez por semana com uma toalha umedecida em água morna (pelo menos à temperatura da sua mão).
Além de todos esses cuidados, claro que é importante procurar um especialista, pois talvez seja preciso realizar um tratamento com medicamentos.
No entanto, saiba que, em regra, a alergia não é eterna. O organismo acaba por habituar-se a todo o tipo de alergênios.
Fonte://amordegato.com

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Aspirador de pó industrial e Pó doméstico do que ele é formado?

Saiba de onde vem o pó que está por toda a sua casa e como o aspirador de pó industrial pode ajudar


Quem quer que tenha cuidado da limpeza da casa por algum tempo certamente já se perguntou de onde vem todo aquele pó varrido quase diariamente do chão de nossas casas. Para a surpresa de muitos, o pó doméstico, dizem os cientistas, vem de nós mesmos. 
Segundo análises feitas com a poeira comum encontrada nas casas e apartamentos, mais de 70% dela é composta por células mortas de pele humana, que, em seu processo natural de descamação e troca, desprende incontáveis células já mortas diariamente. Os outros 30% que compõem a poeira se divide numa miscelânea de curiosos itens, como partículas de cabelos e pelos, terra (que chega às casa por meio das solas de calçados), ácaros e seus excrementos (aquele bichinhos microscópicos, velhos conhecidos de quem sofre de alergia), fibras de tecidos (provenientes de tapetes, carpetes e roupas em geral), pólen, fungos e até chumbo e arsênico, substâncias nocivas trazidas pelo vento.
Para quem sofre de rinite alérgica, que é a inflamação da mucosa nasal ocasionada pela produção de muco, varrer a casa pode ser uma tortura. A prática levanta do solo ondas de pó que se espalham pelo ambiente e chegam diretamente ao nariz até de quem está longe. Por isso, médicos e especialistas recomendam o uso de aspirador de pó industrial para retirar a maior parte da poeira do chão, estofados, tapetes e carpetes, e um pano úmido, que complementa a limpeza sobre os móveis e também no piso. É importante também tentar abolir o uso de cortinas, que concentram grandes quantidades de poeira e são difíceis de limpar. No lugar de cortinas, por que não persianas feitas em material sintético?
Bichos de pelúcia e, nos casos graves, bichos de estimação (infelizmente) não são muito indicados. No caso dos primeiros, o impedimento é devido à poeira que acumulam ? de novo a poeira. No caso dos animaizinhos, muitos soltam pelos em excesso na casa, o que pode causar as crises.
Quanto ao carpete, nem pensar! São um criadouro de ácaros e mofos de todos os tipos, terríveis para os alérgicos. Nem o mais potente aspirador de pó seria capaz de resolver a situação. Evite ainda tapetes muito grandes, que não podem ser retirados para lavagem a seco com frequência. No caso de tapetes pequenos, podem ser utilizados apenas sob a condição de passarem por uma rigorosa limpeza com aspirador de pó industrial  ao menos semanalmente, incluindo banhos de sol para exterminar fungos.
E quanto à lenda de que casas térreas acumulam mais poeira que apartamentos? Bom, essa afirmação não passa mesmo de uma lenda, provavelmente originada da idéia de que a movimentação da rua e das calçadas leva mais pó para uma residência no térreo do que um apartamento no alto.
Nas cidades isso não acontece simplesmente porque o pó está em todos os lugares! Carros, caminhões e mesmo o caminhar das pessoas levantam ondas de poeira que podem atingir mesmo os apartamentos dos mais altos prédios. Além disso, como foi dito no começo do texto, o pó é composto por nós mesmos. Se estamos no trigésimo andar de um edifício, a poeira certamente estará também.
Fonte://magazineluiza.com

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Como limpar carpete, colchões, cortinas, sofás, vidros com auxílio do aspirador de pó industrial

Aspirador de pó industrial e Limpeza


Higienizar cada item corretamente seguindo as orientações que constam no produto e as sugestões de quem entende do tema, bem como planejar essa empreitada, ajuda a garantir a beleza e a longevidade de carpetes, colchões, cortinas, persianas, sofás, tapetes, travesseiros e vidros. “Organize uma agenda com as tarefas diárias, semanais e do mês”, recomenda a personal organizer Ingrid Lisboa, da Home Organizer, de São Paulo. “Não deixe de ler manuais e etiquetas e pesquise o comportamento dos materiais em contato com elementos químicos”, sugere Osvaldo Logo, gerente de treinamento da House Shine, de São Paulo, que completa: “Como regra, as empresas costumam indicar detergentes neutros”. Também vale o bom e velho método da limpeza imediata. “Se cair vinho no sofá, por exemplo, remova a bebida sem demora para evitar que se forme uma mancha definitiva”, fala a personal organizer paulista Cristina Papazian.
Boxes e janelas





Marco Antonio
casaclaudia633-154-limpeza-casa-01

Uma das vantagens do vidro é a manutenção descomplicada. No caso de janelas, as sujeiras mais comuns são a poeira e, especificamente na cozinha, a gordura. “Há várias formas de removê-las: pano ou esponja sem abrasivos com água e sabão, álcool ou limpa-vidro”, explica Fabiola Torres, da Guardian, de São Paulo. “Não recorra a jornal, que pode causar marcas devido à tinta da impressão, nem a produtos ácidos e alcalinos”, acrescenta. Já para deixar o boxe brilhando, a personal organizer Regina Sundfeld, da Help Personal Assistant, de São Paulo, sugere começar pela remoção, com detergente neutro, dos resíduos de sabonete e xampu. “Só depois disso, costumo utilizar o limpa-vidro”, conta. Alguns endereços especializados dispõem de rodos com cabos extensores, que alcançam pontos mais altos, de até 4 m. “Se for limpar locais acima dessa medida, convém chamar uma empresa do ramo. Talvez seja preciso montar um andaime”, diz Juliana Faria, da YRU Organizer, de São Paulo.
Dica de especialista
“Caso esteja em dúvida sobre de que lado está a mancha nos vidros, faça movimentos verticais na parte de fora e horizontais na outra face. Escolher os instrumentos adequados facilita a tarefa. Prefira os panos de algodão, que não soltam felpas.” Arlete Rocha Roschi, personal organizer de São Paulo
Carpetes e tapetes





Marco Antonio
casaclaudia633-154-limpeza-casa-02

Neles se concentram principalmente ácaros e poeira, mas, antes de sacar o aspirador, consulte o fabricante. Alguns tapetes, como o persa, não se dão bem com o aparelho, que poderá estragar os nós. “Evite passar a vassoura, pois ela apenas levantará o pó” passe aspirador de pó industrial , explica Cristina. Para eliminar manchas, tente esta fórmula doméstica: dissolva uma colher de sopa de detergente neutro e uma colher de sopa de vinagre branco em 1 litro de água morna. Agite até formar uma espuma e aplique-a na área desejada fazendo movimentos circulares. Espere alguns minutos e remova toda a espuma com pano ou esponja. Seque o local com um tecido branco e limpo. Uma higienização profunda, recomendável a cada um ou dois anos, requer pessoal especializado. Quando se trata de carpete, o trabalho ocorre na casa do cliente.
Dica de especialista
“O bocal do aspirador  de pó industrial deve ser liso, pois, se for serrilhado ou estiver áspero, poderá prejudicar a trama e desfiá-la. Antes de passar produtos específicos para essas superfícies, teste-os numa pequena área, por precaução.” Juliana Faria, personal organizer de São Paulo
Cortinas e persianas





Marco Antonio
casaclaudia633-154-limpeza-casa-03

Um erro comum é se esquecer da manutenção periódica. “Limpe semanalmente cortinas, persianas e telas para que a poeira não grude”, orienta Danilo Brandão, da Uniflex do DD Shopping, de São Paulo. Em geral, o aspirador de pó industrial com bocal de escova dá conta do recado em persianas e telas solares. “Caso prefira o espanador eletrostático, incline as lâminas para baixo, passe o acessório, vire-as ao contrário e repita o processo. Nunca faça lâmina por lâmina, ou elas podem entortar”, adverte Regina. Quanto às cortinas, só as lave em casa se isso for seguro. “Como os tecidos se comportam de forma diferente, melhor recorrer a empresas indicadas pelo fabricante ou pela revenda”, ensina a arquiteta paulistana Claudia Krakowiak Bitran, da KTA. Tramas delicadas, como seda, linho e viscose, pedem lavagem a seco, enquanto as fibras do poliéster não suportam a alta temperatura desse procedimento.
Dica de especialista
“Evite deixar tapetes de sisal ou revestimentos ásperos em contato com a barra das cortinas e invista num forro para os modelos de tecido natural, impedindo os danos causados pelo Sol.” Pedro Oba, da Takako Lavanderia, de São Paulo
Sofás e poltronas





Marco Antonio
casaclaudia633-154-limpeza-casa-04

O Aspirador  de pó industrial basta no dia a dia, mas nada de dispensar a impermeabilização. “Há dois tipos: aquela que pulveriza o produto no móvel pronto, e a de imersão, em que o tecido é mergulhado na substância hidrorrepelente antes de ser costurado”, diz Claudia. Esse recurso ajuda, porém não é infalível – enxugue prontamente caso deixe cair líquidos como café no estofado e passe detergente ou sabão neutro. “Para quem tem criança, gosta de pets ou faz muitas festas, indico capas de tecido pré-encolhido, laváveis em casa”, sugere Marcus Ferreira, dono das lojas paulistanas Decameron e Carbono. A mistura de 2/3 de água morna com 1/3 de vinagre de álcool ajuda na remoção de urina de cachorro, como recomenda Regina. Em marcas de chocolate, gordura e molho, passe um pano ou toalha limpos e umedecidos em água morna. Se for vinho, esfregue uma pedra de gelo sobre a nódoa.
Dica de especialista
“Tenho uma receita válida para quaisquer tecido e mancha: espuma de barbear. Depois de aplicá-la, raspo um palito de sorvete para tirar o produto e a sujeira. Também recorro ao vinagre branco, que elimina até xixi de cachorro.” Cristina Papazian, personal organizer de São Paulo
Colchões e travesseiros





Marco Antonio
casaclaudia633-154-limpeza-casa-05

Muitas pessoas deixam essas peças ao Sol, o que está errado. “Isso elevará a temperatura interna e acentuará a proliferação de ácaros, fungos e bactérias”, diz Arlete Rocha Roschi. Além disso, pode-se danificar a estrutura e oxidar a superfície. “Recomendamos apenas o uso de pano umedecido para a limpeza do colchão”, afirma Luiz Fatiga, da Serta. Também se emprega o aspirador de pó para essa finalidade, e a maioria das empresas de higienização recorre ao Rainbow, da Rexair, equipado com um reservatório de água que retém a poeira e os micro-organismos. “Só se deve molhar travesseiros caso o fabricante garanta sua secagem completa. Indicamos lavar apenas os modelos e látex ou monoblocos de espuma”, explica Renata Federighi, da Duoflex. Tanto travesseiros quanto colchões podem ser protegidos por capas antiácaros.
Dica de especialista
“Garanta a uniformidade do colchão mudando-o de sentido (da cabeceira para os pés) a cada um ou dois meses. Se não houver pillow-top fixo, vire também a face de baixo para cima. Desinfete com uma solução de água e vinagre branco em proporções iguais.” Ingrid Lisboa, personal organizer de São Paulo
ORGANIZE A AGENDA
Vidros: lave o boxe uma ou duas vezes por semana. Janelas grandes pedem uma faxina por quinzena, e as pequenas, uma por semana ou a cada 15 dias.
Tapetes e carpetes: aspire-os semanalmente  com o aspirador de pó industrial e contrate uma empresa para a limpeza anual ou a cada seis meses. Persianas e telas: limpe-as com aspirador ou espanador toda semana. Devem ser lavadas por um técnico a cada um ou dois anos.
Sofás e poltronas: aspire-os semanalmente. Uma vez por ano, chame uma firma para realizar a higienização completa.
Colchões e travesseiros: passe o aspirador de pó industrial  quinzenalmente e lave as capas toda semana. Mude o sentido e a face do colchão a cada um ou dois meses e aspire a área que estava voltada para baixo. Troque-o a cada três a cinco anos. Substitua os travesseiros depois de dois anos.
Empresas e serviços
✓✓ChameDry – limpa tapetes e estofados, recupera carpetes alagados (24 horas) e faz remoção de manchas, trabalho em que é especialista.
✓✓Doutor Resolve – Serviços de Diaristas – limpezas residencial e comercial, serviços de copeira e passadeira. Atualmente, está presente em 17 cidades de diferentes estados do país.
✓✓House Shine – oferece limpeza profissional em residências, que inclui mão de obra e material. Hoje, há franquias em 31 municípios brasileiros.
✓✓O2 Higienização de Ambientes – limpeza e purifcação de áreas da casa, em São Paulo, com equipamentos modernos.
✓✓Pillow’s Home – serviço de limpeza, lavagem e manutenção de persianas (Luxafex) e cortinas.
✓✓Takako Lavanderia – limpeza de colchões, cortinas, persianas, tapetes, telas solares e travesseiros.
 Fonte://casa.abril

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Dicas de limpeza com ajuda do aspirador de pó industrial para evitar doenças transmitidas pelos animais

Quem tem animais de estimação muitas vezes não imagina que eles podem transmitir doenças. Fungos e vermes são as mais comuns e os gatos são os principais transmissores da doença. Para evitar problemas, é preciso ter atenção redobrada com a faxina e apostar em uma limpeza mais profunda.
Quem tem animais de estimação muitas vezes não imagina que eles podem transmitir doenças. Fungos e vermes são as mais comuns e os gatos são os principais transmissores da doença. Para evitar problemas, é preciso ter atenção redobrada com a faxina e apostar em uma limpeza mais profunda.


O uso de desinfetantes específicos para a higiene de cães e gatos são os mais indicados. Eles podem ser encontrados em petshops e supermercados.
O uso de desinfetantes específicos para a higiene de cães e gatos são os mais indicados. Eles podem ser encontrados em petshops e supermercados.



Afaste todos os seus objetos pessoais de higiene dos lugares onde o animal frequenta.
Afaste todos os seus objetos pessoais de higiene dos lugares onde o animal frequenta.
Quem tem animais de estimação muitas vezes não imagina que eles podem transmitir doenças. Fungos e vermes são as mais comuns e os gatos são os principais transmissores da doença. Para evitar problemas, é preciso ter atenção redobrada com a faxina e apostar em uma limpeza mais profunda.

O uso de desinfetantes específicos para a higiene de cães e gatos são os mais indicados. Eles podem ser encontrados em petshops e supermercados.
O uso de desinfetantes específicos para a higiene de cães e gatos são os mais indicados. Eles podem ser encontrados em petshops e supermercados.



Afaste todos os seus objetos pessoais de higiene dos lugares onde o animal frequenta.
Afaste todos os seus objetos pessoais de higiene dos lugares onde o animal frequenta.

Retire todos os pelos do animal da casa, usando um aspirador de pó. De acordo com o Dr. Rafael Augusto Galesco, da Clínica Galescão, esse cuidado é essencial, já que, os pelos são a principal forma de transmitir doenças.
Retire todos os pelos do animal da casa, usando um aspirador de pó industrial. De acordo com o Dr. Rafael Augusto Galesco, da Clínica Galescão, esse cuidado é essencial, já que, os pelos são a principal forma de transmitir doenças.

Separe um lugar da casa onde o animal deve ficar e fazer suas necessidades. Ele deve ser mais afastado de quartos e banheiros. Área de serviço é o lugar ideal.
Separe um lugar da casa onde o animal deve ficar e fazer suas necessidades. Ele deve ser mais afastado de quartos e banheiros. Área de serviço é o lugar ideal.

Proteja suas mãos enquanto recolhe as fezes do animal. Elas também podem transmitir doenças. Por isso, opte por usar uma luva ou recolher com uma pá de cabo extenso.
Proteja suas mãos enquanto recolhe as fezes do animal. Elas também podem transmitir doenças. Por isso, opte por usar uma luva ou recolher com uma pá de cabo extenso.
Quem tem animais de estimação muitas vezes não imagina que eles podem transmitir doenças. Fungos e vermes são as mais comuns e os gatos são os principais transmissores da doença. Para evitar problemas, é preciso ter atenção redobrada com a faxina e apostar em uma limpeza mais profunda.

O uso de desinfetantes específicos para a higiene de cães e gatos são os mais indicados. Eles podem ser encontrados em petshops e supermercados.
O uso de desinfetantes específicos para a higiene de cães e gatos são os mais indicados. Eles podem ser encontrados em petshops e supermercados.



Afaste todos os seus objetos pessoais de higiene dos lugares onde o animal frequenta.
Afaste todos os seus objetos pessoais de higiene dos lugares onde o animal frequenta.

Retire todos os pelos do animal da casa, usando um aspirador de pó. De acordo com o Dr. Rafael Augusto Galesco, da Clínica Galescão, esse cuidado é essencial, já que, os pelos são a principal forma de transmitir doenças.
Retire todos os pelos do animal da casa, usando um aspirador de pó. De acordo com o Dr. Rafael Augusto Galesco, da Clínica Galescão, esse cuidado é essencial, já que, os pelos são a principal forma de transmitir doenças.

Separe um lugar da casa onde o animal deve ficar e fazer suas necessidades. Ele deve ser mais afastado de quartos e banheiros. Área de serviço é o lugar ideal.
Separe um lugar da casa onde o animal deve ficar e fazer suas necessidades. Ele deve ser mais afastado de quartos e banheiros. Área de serviço é o lugar ideal.

Proteja suas mãos enquanto recolhe as fezes do animal. Elas também podem transmitir doenças. Por isso, opte por usar uma luva ou recolher com uma pá de cabo extenso.
Proteja suas mãos enquanto recolhe as fezes do animal. Elas também podem transmitir doenças. Por isso, opte por usar uma luva ou recolher com uma pá de cabo extenso.

Evite deixar seu bicho de estimação na cama, mas caso ele suba, lave bem os edredons e lençóis para que não sobrem pelos.
Evite deixar seu bicho de estimação na cama, mas caso ele suba, lave bem os edredons e lençóis para que não sobrem pelos e passse o aspirador de pó industrial nos tapetes e em todo o quarto.
Fonte://bolsademulher.com