quinta-feira, 22 de março de 2018

Asma e Casa: Cozinha e Higiene da Casa com auxílio do aspirador de pó industrial

Dicas de como cuidar da higiene da sua casa para prevenir asma com ajuda do aspirador de pó industrial

Cozinha


Os poluentes aéreos que resultam da queima de gás podem desencadear os sintomas
de asma em algumas pessoas. Daí que uma placa e forno elétrico sejam o ideal na cozinha. Se preferir usar um equipamento a gás, assegure-se de que tem um exaustor eficaz e potente.

Higiene da casa


Eis algumas sugestões simples que podem revelar-se muito úteis:

Para pessoas que são alérgicas a ácaros, os pavimentos rígidos (madeira, ladrilhos, cortiça, vinil ou mármore) são preferíveis por toda a casa, complementados por alguns tapetes se for necessário. Sempre que possível, areje, sacuda e coloque os tapetes ao sol (será melhor ainda se os puder lavar regularmente) e aspirar pelo menos duas vezes por semana com aspirador de pó industrial.

Passe frequentemente o chão com uma mopa úmida.

Aspire a casa 2 a 3 vezes por semana com aspirador de pó industrial. Os aspiradores normais não filtram os alérgenos dos ácaros, pelo que deve escolher um aspirador de pó industrial que tenha um bom sistema de filtragem, de preferência com filtro de água. Se os seus sintomas de asma piorarem durante ou depois de aspirar, peça a outra pessoa que o faça.

A maioria dos alérgenos de superfície pode ser eliminada das carpetes através da limpeza a vapor. Porém, os resultados são temporários e a carpete deverá ser adequadamente seca ou poderá vir a ganhar bolor.

Evite produtos com odor ativo, como os derivados de amoníaco, bem como vassouras e aspiradores que não tenham filtros para reter as partículas mais pequenas do pó.

Se quiser aproveitar as férias para fazer uma limpeza mais profunda à casa, use uma máscara de proteção e peça ajuda à família ou amigos

Fonte//paraquenaolhefalteoar

quarta-feira, 14 de março de 2018

Limpeza do piso Laminado.Como fazer a manutenção deste piso com ajuda do aspirador de pó industrial

Laminados…

A limpeza deve ser feita com aspirador de pó Industrial (exceto aspiradores com tubo de sucção raspando no piso) ou vassoura de cerdas macias e um pano úmido bem torcido na solução de produtos domésticos de limpeza isentos de cera ou silicone.
Eventualmente (uma vez por semana), a limpeza poderá ser feita diluindo uma ou duas tampas de qualquer produto à base de amoníaco, cloro ou detergente neutro em 1 litro d’água.
Molhe o pano nesta mistura, torça-o bem e aplique sobre o piso.
Nunca utilize material cortante ou abrasivo, cera ou enceradeiras elétricas, esponja de aço, lixa ou produtos à base de silicone.

A limpeza com pano úmido é proibida para pisos laminados ?

Não. Os pisos laminados podem e devem ser limpos com um pano umedecido em água e sabão neutro.
O que não se recomenda é o uso de água em abundância ou o uso de ceras, que promovem a formação de uma camada de gordura sobre o piso que irá dificultar sua limpeza.

O que fazer para manter conservadas as áreas encobertas com tapetes e passadeiras ?

A manutenção desses locais deve ser feita como no restante da área, ou seja, passando um pano umedecido com água e detergente neutro no piso.

O que fazer se uma criança, acidentalmente, riscar o piso laminado com caneta hidrográfica ?

A remoção da tinta de caneta pode ser feita utilizando um pano umedecido com solução de limpeza (tipo Veja) ou álcool.

Manutenção e limpeza de rotina

limpeza do piso Laminado
limpeza do piso Laminado
Para a limpeza diária podem ser utilizados uma vasoura especial para pisos laminados ou um aspirador de pó (use peça própria para piso duro) e periódicamente um pano levemente umedecido (bem torcido) na mistura de 1/2 xícara de amoníaco, detergente neutro ou álcool para 4 litros de água.
Para manchas mais difíceis de remover, utilize acetona ou removedor de esmalte.
Nunca utiliza cera, saponáceos abrasivos ou palha de aço para limpar o piso.
Caso seja necessário há a possibilidade de substituir uma régua.
Fonte://fazfacil.com

quinta-feira, 8 de março de 2018

O restaurante do futuro e o aspirador de pó Industrial do futuro



DICAS DE COMO SERÁ O ASPIRADOR DE PÓ INDUSTRIAL  NO FUTURO


Claro que o parâmetro para um bom restaurante deve ser, evidentemente, a refeição servida. Mas não apenas isso. Em um mundo onde você encontra cinco bons restaurantes a cada esquina, a experiência de almoçar ou jantar fora é antes de tudo uma experiência.
Cria-se um diferencial. E esse diferencial pode ser mais forte do que a qualidade da comida no momento de se escolher um lugar.
É claro que criar um diferencial, alíás, não é fácil. Mas se você tiver dinheiro – uma boa quantidade dele – e principalmente uma boa ideia você consegue chamar a atenção.
Exatamente como fez o restaurante Inamo, em Londres. Vocês já ouviram falar? O cliente chega e descobre que tudo é interativo. Por meio de toques na mesa, que na verdade não é uma mesa, é uma ‘tela touch’ (termo que inventei agora porque não me lembro o nome da tecnologia), o cliente visualiza os pratos que são servidos e quanto eles custam. O cliente pode fazer os pedidos também. Tudo com cliques na mesa.
Não duvido que a novidade chegue ao Brasil logo, logo. E não duvido que a tecnologia chege às casas logo, logo.
É impressionante a velocidade das coisas. Vivo basicamente como os meus pais viviam. Meu apartamento não é daqueles modernosos. Tenho internet 3G e um laptop, claro. Mas longe de ter tecnologias que servem para facilitar a nossa vida. Vale lembrar que em muito pouco tempo o rodapé das paredes dos apartamentos serão equipados com um aspirador de pó industrial que elimina todo o pó. Duvida? Converse com a Tecnisa então!!!
Tudo para facilitar a nossa vida.
Mas será que a tecnologia é tudo?
Será que uma cafeteira que você programa para fazer o café antes mesmo de acordar é melhor do que o modo como a minha mãe faz café até hoje? Ou será que eu só estou com saudades da minha mãe, não do modo como ela fazia café.
Será que um dia vou sentir saudades de um robô????????
Fonte://


quinta-feira, 1 de março de 2018

Como diminuir a queda de pelo do seu pet pela casa com ajuda do aspirador de pó industrial

Dicas de como diminuir a queda dos pelos dos seu pet com ajuda do aspirador de pó industrial

Cães e gatos soltam pelos, e isso até certo ponto é normal. O pelo tem um ciclo de vida, e ao fim dele a queda é natural. Mas, a queda pode se tornar um problema quando ocorre em excesso e realmente incomoda.
Algumas raças de cachorro tem uma queda mais acentuada que outras, principalmente durante certas épocas do ano. E durante essa fase pode ser bem complicada a limpeza de sua casa.
Escovando regularmente seu cachorro ou gato, sendo de pelagem curta ou longa, com certeza você irá diminuir a quantidade de pelos soltos e estimular o crescimento de novos.
Existem algumas dicas que podem ajudar a lidar com esse problema.
A primeira coisa a se verificar é se a queda dos pelos é normal. Cães de raças de pelo curto, como o Pastor Alemão ou o Shiba Inu, podem realmente ter épocas de muda de pelo ao longo do ano em que a queda fica bem acentuada.  Mas, é importante ficar de olho . Visite o Médico Veterinário caso perceba algo além do natural. Problemas de pele nos animais podem ser causados por muitos fatores, desde alergias a doenças do metabolismo mais complicadas.
Afinal como diminuir a queda de pelo dos cães e gatos pela casa com ajuda do aspirador de pó industrial?
Além de boa nutrição e cuidados com a saúde, banhos e escovação corretos são a resposta para o problema.
1- Os banhos frequentes, com  shampoos de qualidade e próprios para pets são imprescindíveis para ajudar na remoção dos pelos mortos e consequentemente diminuir a quantidade de pelos que podem soltar-se.
2- Se  é um problema sazonal, ou seja, ocorre eventualmente com o seu pet, o ideal é garantir que seu cachorro ou gato seja escovado com frequência. Para cada tipo de pelagem, você pode escolher uma escova adequada. Recomenda-se escovar o pet de 2 a 4 vezes por semana.
3- O uso de aspirador de pó industrial  é fundamental para ajudar na higiene do seu lar nessas épocas: é a forma mais eficaz de recolher os pelos soltos em sofás e camas, porém nunca em hipótese alguma pense em passar o aspirador no seu cachorro ou gato, isso não é eficaz e pode assustá-lo muito.
4- Tosar os cães que tenham essa fase de mudança não resolve o problema, mas pode amenizar e ajuda na higiene. Mas fique atento, algumas raças tem um tipo de pelagem em que não se recomenda tosa,  na dúvida questione seu Médico Veterinário de confiança.
5 – Manter o animal livre de parasitas é fundamental. Utilize um bom produto contra pulgas e carrapatos regularmente (no mínimo a cada 3 meses), e opte por produtos de fácil aplicação e que não são tóxicos. Além disso, higienize sempre a cama, panos e itens que o animal utiliza para deitar-se. Mantenha também seu pet vermifugado regularmente.
6- A manutenção da pelagem do seu pet em casa não dispensa cuidados profissionais. Qualquer alteração como a queda em excesso ou em pontos da pelagem, mudanças na textura, pelagem quebradiça e sem brilho e coceiras devem sim ser motivo para uma consulta ao veterinário: esse é um dos sinais que muitos proprietários e tutores ignoram mas que podem indicar problemas graves de saúde.
Fonte: Agenda pet